Resumo do painel de The 100 na San Diego Comic-Con 2016

0

O elenco e o produtor executivo de The 100 estavam na Comic Con para dar uma prévia da quarta temporada do drama da CW, começando com um pedaço da próxima temporada que mostrava a cidade Grounder Polis sendo tomada por uma nuvem escura radioativa, como Clarke narrou: “Nosso inimigo não é algo que pode ser combatido, ele não pode ser morto. Quando tudo está perdido, pode a esperança sobreviver? Podemos nós sobreviver? Depois de tudo que nós fizemos, nós merecemos sobreviver?”

O criador Jason Rothenberg disse que quando nós vermos esse pedaço em sua forma finalizada, será tarde na temporada, mas os produtores querem dar aos fãs uma prévia para a temporada, já que eles não começaram a filmar ainda.

“A terra contra-ataca na temporada 4, é um inimigo imbatível”, Rothenberg prometeu sobre a história do próximo ano. “Rapidamente isso se torna não sobre como parar isso, porque parar isso não é possível, mas sobre como nós sobreviveremos? Não há botes salva-vidas suficientes, então quem começará a escolher quem vive?”

Octavia matou Pike como vingança pelo assassinato de seu amante, Lincoln, e a atriz prometeu que “Octavia dará uma volta bastante sombria” na temporada 4. “Ela irá fazer o que faz de melhor, que é matar pessoas” e estará canalizando sua assassina interior, de acordo com Marie. “Ela realmente achou seu lar consigo mesma tornando-se uma guerreira, e isso é graças ao Lincoln e Indra.”

“A Cidade da Luz se foi, a flâmula existe, e todas as mentes dos Comandantes estão na flâmula”, Rothenberg diz. “A finale foi projetada desde o primeiro dia… nós sempre soubemos que Lexa estava voltando para a finale, nós sempre soubemos que seria esse retorno emocional e triunfante, mas também foi projetada como uma finale. Então Lexa se foi, ela não voltará para a série, mas em última análise, a flâmula é uma coisa importante, é um artefato político.”

De acordo com Rothenberg, quem está na posse da flâmula tem o poder, especialmente já que não há Nightbloods que possam ascender na posição de Comandante. “Não há Comandante, não há Nightbloods que conhecemos, mas há olheiros de Nightbloods e nós vamos conhecer um. Será uma coisa interessante [para a nova personagem], quando ela aparecer, porque ela terá que lidar com as consequências do assassinato dos Nightbloods e a perda da flâmula, fazendo com que o personagem lute pelo o que restou de sua religião, de sua espiritualidade.”

Vocês podem esperar que Clarke retorne a uma posição de poder na temporada 4, com menos auto-dúvidas e mais respeito dos adultos ao redor dela. “Nessa temporada, Clarke comanda seu próprio poder, ela salvou o mundo”, Rothenberg diz. “Kane e Abby reconhecem isso, eles reconhecem que estão lidando com alguém especial, e é hora de ela fazer isso de novo.”

Depois da provação da última temporada com ALIE, Cusick está esperançoso que Kane irá novamente ser um líder em seu próprio direito. “Kane é justamente pragmático… ele vê o que precisa ser feito e esperamos que não mergulhe muito nisso”, ele disse. “Como um bom líder, eu esperaria que ele colocaria os outros antes de si mesmo.” O ator também revelou que irá dirigir um episódio na temporada.

O último encontro de Raven com ALIE a mudou para sempre, de acordo com Morgan: “Não é a mesma Raven, ela pegou a atualização de ALIE, então ela é definitivamente como uma Raven 2.0.” A atriz disse. “Eu acho que ela passou por uma evolução, ela não está apenas mais forte mentalmente por causa do conhecimento que ALIE deixou para trás, mas emocionalmente e espiritualmente, ela foi ao inferno e voltou, ela não morreu, então eu sinto que ela é uma Raven totalmente diferente em um nível totalmente diferente, pronta para ainda enfrentar o maior inimigo”.

Ambos Larkin (Monty) e Harmon (Murphy) expressaram otimismo para seus personagens depois da escuridão que foi a última temporada, especialmente desde que Murphy e Monty estão envolvidos em romances. “Ele tem um romance que possivelmente irá florescer e no último momento entre ele e Jasper você se sente esperançoso pela primeira vez em muito tempo que eles vão ficar bem” disse Larkin sobre Monty, que teve uma conexão com Harper na última temporada.

Murphy também tem uma rara oportunidade para uma conexão emocional graças ao seu relacionamento com Emori. “Ele encontrou alguém que ele pode compartilhar a vida, pelo menos agora. Pela primeira vez, eu posso ver a possibilidade de talvez um final feliz para ele e isso é muito legal”, disse Harmon.

Rothenberg também revelou que o final original para a terceira temporada era em que “Jasper sai da Cidade da Luz e explode os próprios miolos”, mas o criador da série admitiu “estava muito obscuro, mesmo para mim… Foi uma maneira horrível de terminar o que foi uma temporada muito obscura. Além disso, eu senti que havia mais para Jasper. Era algo que eu, no meu intestino, não me sentia bem, então eu cortei isso e nós encontramos um final melhor.”

O elenco compartilhou outro segredo que nunca foi para a tela – na estréia da série, foi originalmente planejado que Kane seria o pai de Octavia, mas a ideia foi abandonada depois que foi filmado.

A 4ª temporada de The 100 vai ao ar no início de 2017 no EUA pela CW. No Brasil nenhuma emissora se pronunciou sobre a exibição da nova temporada.

Quer ficar por dentro de TUDO sobre a série e os livros? Acesse nosso site diariamente e nos siga no Twitter: @The100Brasil