BIGtheme.net http://bigtheme.net/ecommerce/opencart OpenCart Templates


Início » 3ª Temporada » Review The 100 S03E10 – “Fallen”

Review The 100 S03E10 – “Fallen”

ATENÇÃO: Essa análise contém SPOILERS do décimo episódio da terceira temporada de The 100. Leia por sua conta e risco!

Depois de um episódio tão carregado de intensidade – que até mesmo me fez desejar um pouco de Cidade da Luz na minha vida – como o da semana passada, o episódio S03E10 – “Fallen” apareceu para nos trazer um pouco mais de desenvolvimento para o plot da ALIE e, finalmente, um final próximo para a ditadura de Pike em Arkadia.

Para aqueles que ainda não conseguiram superar a morte de Lincoln no episódio anterior (e estou inclusa nessa lista), a primeira cena de “Fallen” foi, de certa forma, satisfatória. Bellamy, ainda preso na caverna, vê cada um de seus antigos amigos chegarem, exceto um; e a pergunta “onde está Lincoln?” acaba sendo mais do que o suficiente para fazer Octavia tomar a atitude seguinte e tão aguardada [e temida]pelos fãs, desde o anúncio do trailer da temporada. Entretanto, apesar de todos saberem que algum dia a cena iria acontecer, nem assim ela foi fácil de assistir. Nós sabemos, é claro, que Bellamy merecia apanhar muito mais do que apanhou porque, mesmo que não tenha sido ele a puxar o gatilho que matou Lincoln, ele ainda assim deixou de ajudá-lo quando podia e foi parte de um sistema que matou centenas de pessoas inocentes.

review-img-s03e10-fallen-bellamy-the-100

“Minha irmã, minha responsabilidade”. Mas, Bellamy permitiu que Octavia descontasse toda sua raiva nele e não deixou que ninguém o ajudasse, talvez por sentir que a irmã precisava daquele momento ou por realmente saber que ele merecia sofrer tudo aquilo. E mesmo depois de ela ter batido nele e feito-o de refém, ele ainda tentou negociar a segurança dela com Pike. É dos irmãos Blake que estamos falando e vê-los em caminhos tão diferentes e desunidos sempre será doloroso.

Ontari pode ser uma guerreira perigosa e altamente letal, mas não é uma Comandante muito sábia. Em menos de dois dias de reinado, ela mostrou precisar 100% de ajuda externa – e, com isso, contamos com Murphy – para livrar-se de seus problemas (sem ter que matar todo mundo), o que claramente é algo que não estamos acostumados a ver, tendo Lexa como exemplo. Mas, pelo menos, finalmente conseguimos descobrir um pouco mais sobre a personagem; Ontari foi arrancada de seus pais pela Rainha Nia e sofreu sua crueldade desde então, o que provavelmente resultou em seu treinamento diferenciado, cruel e mortal.

A traição da mãe de Monty, que concordou em fazer do próprio filho uma isca de armadilha sem seu consentimento, pode facilmente caracterizá-la como a pior mãe da Terra pós-apocalíptica, mas no fim, a armadilha acabou colaborando na inicial redenção de Bellamy, que atraiu Pike e sua equipe para a linha de bloqueio dos Grounders e o entregou. Mas, como Kane bem fez questão de lembrar, entregar Pike não significa necessariamente que Bellamy voltou a ser quem era antes; de fato, ele provavelmente nunca mais será o mesmo. De certa forma, ele afundou tanto na escuridão que mesmo que tente voltar para o lado certo, sempre haverá resquícios de quem ele foi por esse determinado tempo e das coisas que ele fez. E, é claro, por mais que ele se importe com a irmã, já ficou bastante claro que Octavia também deixou de ser a mesma no momento em que colocaram uma bala na cabeça do amor da vida dela, então a relação dos irmãos Blake está longe de voltar a ser, ao menos, tolerável.

Screen-Shot-2016-04-08-at-8.08.37-AM

Raven ganhou um grande destaque no episódio; no começo, a vemos tentando ocupar a própria mente com mil e uma coisas aleatórias para tentar fugir de ALIE, que afirma que sobrecarga emocional não é capaz de bloqueá-la, mas Raven, provando-se mais forte do que todos os outros, mostra que ela estava enganada. Além disso, Raven consegue encontrar uma maneira de interromper ALIE e retirar a chave da Cidade das Luzes usando as pulseiras biométricas que foram enviadas à Terra junto com os 100. Mas é claro que provocar uma inteligência artificial que destruiu o mundo não é a coisa mais inteligente de se fazer; em troca, ALIE devolve toda a dor de Raven de uma vez só, fazendo-a desistir de lutar contra. Quando isso acontece, ALIE entra no corpo de Raven e junto com Jaha e Jackson, força Abby a engolir a chave da Cidade das Luzes ou Raven morreria com os pulsos cortados. Numa cena frustrante de assistir, Abby acaba cedendo para salvar Raven, mas as consequências disso não serão nem um pouco leves: Abby era a única autoridade que ainda havia em Arkadia além de Pike, era a pessoa que Kane contava para tirar as pessoas da escuridão, e com ela sendo controlada por ALIE, Arkadia se tornará praticamente um exército de zumbis controlados por uma inteligência artificial. Ou seja, em um mesmo episódio, nos livramos de Pike e ganhamos uma situação pior com ALIE em troca.

Jasper finalmente serviu de ajuda e, por incrível que pareça, no final do episódio acabou sendo o único dentro de Arkadia que não acreditava nas maravilhas da Cidade das Luzes. Então, ele rouba o corpo de Raven desacordada e foge de Arkadia, quase atropelando Clarke na saída – timing incrível, Wanheda! – que nem ao menos sabia que Lincoln estava morto e que Arkadia estava tomada [novamente], ainda por cima no comando de sua mãe. Nessa cena, o ditado “quando o gato sai, os ratos fazem a festa” ficou Podemos concluir que no próximo episódio teremos a equipe reunida novamente para salvar Raven e o resto das pessoas controladas, seja como for, lembrando que ainda existe uma pulseira que não foi destruída porque simplesmente não estava em Arkadia: a pulseira que Niylah usava. Será que veremos a Grounder novamente então?

Screen-Shot-2016-04-08-at-8.13.38-AM

Em suma, o episódio S03E10 – “Fallen” foi um episódio essencialmente tenso e frustrante, com cenas difíceis de assistir, como todo o sofrimento e a autotortura de Raven, Abby sendo forçada a escolher entre abrir mão de sua mente a deixar Raven morrer, Octavia espancando Bellamy, Ontari esmagando os olhos do Embaixador e outras. Sem dúvida alguma, foi um episódio forte, mesmo que para isso não tenha sido preciso nenhuma morte. Mas acima disso, “Fallen” se destaca pelas atuações incríveis do elenco, especialmente Lindsey Morgan que foi sensacional desde os gritos de dor até a sua postura idêntica à de ALIE. Bob Morley e Marie Avgeropoulos também merecem todo reconhecimento pelas cenas do episódio, assim como o resto do elenco e da equipe de The 100.

Observações:

– Alguém me arranja um áudio de 2 horas da Octavia falando Trigedasleng.

– Anjo da Morte is the new Comandante da Morte.

– Quero Pike sofrendo nas mãos da Ontari pra já!

A 3ª temporada de The 100 é exibida todas as quintas-feiras no EUA pela emissora CW. No Brasil as exibições acontecem nas segundas-feiras às 22:50h na MTV.

Quer ficar por dentro de TUDO sobre a série e os livros? Acesse nosso site diariamente e nos siga no Twitter: @The100Brasil

Sobre Amanda Oliveira

Amanda Oliveira
Viciada em ler, escrever, assistir séries de TV e viajar — um pouco de tudo, não necessariamente nessa ordem. Apesar de ser sempre difícil escolher uma coisa só, The 100 facilmente ganha o prêmio de série preferida atual.
  • Felipe Saraiva

    Review sensacional. Parabéns!

    Concordo com tudo. Destaque especial para as cenas da Raven. Espero que consigam remover a ALIE da mente dela o quanto antes. Essa menina já sofreu demais e multiplicado por dois ainda minha gente! hehehe.
    Quanto ao Pike, espero algo parecido com o que aconteceu com o general que tentou envenenar a Clarke, com a Octavia assegurando ao menos uma das 300 facadas que ele deve levar.
    Nunca fui muito com a cara do Jaha, mas cada vez mais ele está se superando e assumindo disparado o posto de personagem que menos gosto da série.
    Ontari ganhou minha simpatia nesse episódio, espero que o Murphy a convença de não exterminar os Sky Crew.

    Um abraço

  • Sthefani Cordeiro da Silva

    Eu só sei amar cada dia mais essa série… Esses personagens são fantásticos e os atores? Lindsey e Marie estavam estupendas nesse episódio. E o esperar do próximo episódio com parte dos “cem” originais reunidos… Ver Clarke, Octavia, Raven, Bellamy, Jasper em um mesmo episódio será sensacional… E como sempre review maravilhosa!

  • Guilherme Guckert

    Só sei de uma coisa: THE 100 ESTÁ A CADA DIA MELHOR!