ATENÇÃO: A análise a seguir contém SPOILERS do terceiro episódio da quinta temporada de The 100. Leia por sua conta e risco!

O episódio S05E03 – “Sleeping Giants” trouxe alguns dos principais elementos que fazem The 100 ser um destaque entre as séries atuais: boas cenas de luta, uma ótima trama no espaço, emoções e reviravoltas. Por essas e outras, não é nenhuma surpresa que a série já tenha sido renovada com tão poucos episódios novos!

Uma das cenas mais esperadas da temporada era o reencontro entre Clarke e Bellamy, especialmente depois de termos visto que Clarke tentava se comunicar com ele todos os dias. E ele, bem, nem ao menos sabia que ela estava viva. A questão é que o reencontro foi muito mais épico do que podíamos imaginar; afinal, quem não segurou o fôlego com as últimas palavras de Bellamy no episódio desta semana?

Mas, antes de falarmos sobre a última cena, vamos recapitular o que aconteceu no começo. Dentro da nave de Eligius, os habitantes da Arca encontraram muito mais do que combustível: quase 300 assassinos foram colocados para dormir. Praticamente um exército. Quando Diyoza deu a ordem para seguir o protocolo de segurança quando o alarme da nave tocou, um dos guerreiros acordou pronto para lutar – e foram necessárias 3 pessoas para controlá-lo.

Matá-los de uma vez, enquanto ainda estão dormindo, seria o recomendado para que o grupo no espaço e o restante da população na Terra sobrevivesse por completo, já que eles descerem até solo firme provavelmente causaria uma guerra. Mas, depois de tudo o que aconteceu, quem é que está pronto para destruir 300 vidas sem pensar duas vezes? Bellamy não.

Usá-los como estratégia para fazer uma troca com o povo de Eligius na Terra foi uma ideia inteligente, mas extremamente perigosa. Ainda que Raven e Murphy sejam espertos para encontrar uma solução, eles ainda estão presos em uma nave desconhecida com um exército de assassinos “em coma” e sem uma cápsula de fuga. Mesmo que o acordo dê certo, alguma outra coisa pode dar errada e fazê-los acordarem. Não sei vocês, mas eu concordo com Murphy: a opção mais segura seria matá-los ou ao menos todos voltarem para a Terra juntos. Só vamos torcer para que os dois fiquem bem, principalmente Raven, que já está em seu milésimo sacrifício.

A cena de Diyoza e Clarke foi, no mínimo, muito interessante. A estratégia de Clarke de manter-se em silêncio, fazendo até mesmo outras pessoas questionarem se ela entende inglês, é muito similar com o que vimos no começo da série, quando os Grounders enfrentavam o povo da Arca. Mas, ainda assim, vimos que Diyoza é mais esperta do que parece.

Tudo até estava indo bem, enquanto Clarke seguia “dizendo a verdade”. Pelo visto, o principal interesse da coronel não é matar quem encontrar, mas entender o que aconteceu com a Terra – um lugar que aparentemente eles também já habitaram, assim como o povo da Arca no início da série. As semelhanças estão tão recorrentes que, a cada episódio, podemos sentir um dejavú diferente.

Não sei vocês, mas eu arrisco dizer que esse foi o melhor episódio da temporada até agora. Se o começo da season já está nesse nível, quem vai ter coração pra lidar com a finale?

Observações finais:

– Raven e Murphy presos no espaço? Já podemos esperar cenas e diálogos épicos por aí…

– Emori toda feliz <3

– Madi reconhecendo o Bellamy foi tão surpreendente e lindo de assistir!

– Vocês também ficaram sem fôlego com a Clarke sendo torturada? 🙁

– “283 vidas por uma. Ela deve ser muito importante pra você”
“Ela é”
(lágrimas dos fãs)

 

A 5ª temporada de The 100 vai ao ar toda terça-feira na CW após The Flash. No Brasil,a Warner Channel começará a exibir a nova temporada em 04 de junho. As quatro primeiras temporadas se encontram disponíveis na Netflix!

Quer ficar por dentro de TUDO sobre a série, os livros e os atores? Acesse nosso site diariamente e nos siga no Twitter: @The100Brasil