ATENÇÃO: A análise a seguir contém SPOILERS do décimo episódio da quinta temporada de The 100. Leia por sua conta e risco!

“Você não pode salvar alguém que já está morto”.

Se ainda não estava claro o suficiente que Octavia está quebrada por dentro, esse episódio veio para reforçar esse fato. Algumas temporadas atrás, quando ela começou a se tornar uma guerreira forte e impressionante, já era possível dizer que a evolução dela foi a mais impactante entre todos os personagens. Agora, quem consegue comparar a garotinha que gritou “we’re back, bitches” e ficou encantada com insetos brilhantes com a líder ditadora que Octavia se tornou?

Uma das coisas mais interessantes neste episódio é ver o quanto Octavia recusa qualquer solução que possa surgir e que não envolva conquistar o vale através de uma guerra. Quanto Monty expôs seu plano para continuar vivendo no bunker sem precisar enfrentar uma batalha desnecessária e ela decidiu queimar toda a plantação, ficou ainda mais claro que o verdadeiro problema nesta questão de ir ou não ao vale é que Octavia não suporta a ideia de seguir no bunker. Não depois de tudo que ela viveu ali. É como se os anos que ela passou naquele lugar a tivessem jogado para uma escuridão que ela não consegue mais sair, mas também não quer permanecer no que causou isso nela.

A cena em que ela se olha no espelho, corta o braço e passa o próprio sangue no rosto é certamente uma das mais fortes de toda a temporada. Octavia já disse que o sangue dos inimigos é a armadura dela. Então, a partir disso, podemos concluir que agora ela é sua própria (e talvez maior) inimiga?

No vale, Abby finalmente ganhou mais destaque com seu vício em remédios. As cenas em que ela está em abstinência foram incrivelmente impressionantes e, se ainda não estava claro, pudemos ver o tamanho da gravidade da situação dela ao ser encontrada inconsciente pela própria filha. Ainda que elas estivessem há anos sem se aproximar, uma cena dessa entre mãe e filha nunca será algo fácil de assistir. #StayStrongAbby

E que venha o Dark Year!

Observações finais:

– Paige, Adina e Marie tiveram atuações maravilhosas neste episódio!

– Participação especial no episódio: o Drácula! Haha.

– Saudades, Raven.